Nirema

MENU NIREMA

 

 

PESQUISADORES

Coordenadores

Sérgio Hamilton da Silva Barra - Coordenador Geral
Professor de História do Brasil do Departamento de História da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio). Possui graduação (bacharelado e licenciatura) em história pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), mestrado e doutorado em História Social da Cultura pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio) e especialização em Patrimônio Cultural pelo IPHAN/UNESCO (Programa de Especialização em Patrimônio - PEP). em experiência na área de pesquisa e ensino de História, modalidades presencial e à distância, com ênfase nos seguintes temas: relações entre cultura e poder, História Urbana e Patrimônio Cultural. Atualmente pesquisa as políticas públicas de preservação do patrimônio cultural de natureza imaterial de matriz afro-brasileira.
Angela Randolpho Paiva - Coordenadora de Linha
Professora do Departamento de Sociologia e Política onde leciona na graduação e pós-graduação. Tem mestrado e doutorado em Sociologia pelo Instituto Universitário de Pesquisa do Rio de Janeiro (IUPERJ) e mestrado em educação pela Universidade de Connecticut. Foi pesquisadora visitante da Universidade de Stanford (EUA) e coordenadora geral do NIREMA, desde sua criação em 2003 até 2007. Foi diretora do Departamento de Sociologia e Política de 2007 a 2011 e coordena projetos em parceria com universidades americana e sul africana. É a atual coordenadora de licenciatura em Ciências Sociais e diretora da Cátedra Fulbright da PUC-Rio. Tem publicações sobre o tema das relações raciais no eixo da desigualdade social brasileira e é coordenadora geral da pesquisa sobre ação afirmativa nas universidades públicas brasileiras.
Sônia Maria Giacomini - Coordenadora de Linha
Doutora em Sociologia (IUPERJ) e mestre em Antropologia (PPGAS-Museu Nacional-UFRJ). Professora do Departamento de Sociologia e Política da PUC-Rio desde 1980, ministra disciplinas na graduação e na pós-graduação, tendo exercido por vários anos o cargo de Diretora do Departamento (de 2002 até março de 2007), onde atualmente coordena a Licenciatura em Ciências Sociais. Publicou o livro Mulher e Escrava: uma introdução histórica ao estudo da mulher negra no Brasil pela Editora Vozes (1988) e vários artigos sobre relações de gênero e de raça na sociedade brasileira, temática também presente em seu livro A alma da festa. Família, etnicidade e projetos num clube social da Zona Norte do Rio de Janeiro: o Renascença Clube, publicado em 2006, pela Editora UFMG/IUPERJ.

Pesquisadores Associados

Olívia Hirsch
Professora do Departamento de Ciências Sociais da PUC. Graduada em Comunicação Social, com habilitação em Jornalismo, pela mesma universidade. Mestra e Doutora em Ciências Sociais pela PUC. É uma das coordenadoras do curso de especialização em História e Cultura Afrodescendente, oferecido no Polo Avançado da PUC em Duque de Caxias. Áreas de interesse: corpo, gênero, família, identidades, relações interétnicas e migrações. Escreveu sua dissertação de mestrado sobre o processo de (re)construção identitário vivenciado por jovens provenientes do arquipélago de Cabo Verde, localizado na costa da África, que vêm estudar em universidades brasileiras.
Maria Sarah da Silva Telles
Professora do Departamento de Ciências Sociais da PUC. Possui Graduação em Ciências Sociais pela PUC-Rio, Mestrado em Sociologia - Université de Toulouse II (le Mirail), França, e Doutorado em Ciências Humanas: Sociologia pelo IUPERJ. Tem como temas de pesquisa atuais: jovens moradores em favela, mobilidade social, questão geracional, família popular. Irá começar um novo campo de pesquisa no Morro da Providência.
Carlos Nobre Cruz
Professor do Departamento de Comunicação Social da PUC-Rio. Formado em Comunicação Social (especialização em jornalismo) pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro e mestrado em Ciências Penais pela Universidade Candido Mendes. Tem experiência na área de Comunicação, com ênfase em segurança pública, crime e organizações policiais, atuando principalmente nos seguintes temas: relações raciais, crime, policia, política e ações afirmativas. Atualmente se dedica a levantar dados para a biografia de uma pai-de-santo.
Thula Pires
Professora do Departamento de Direito da PUC-Rio. Possui graduação em Direito (2002), mestrado (2004) e doutorado (2013) em Direito Constitucional e Teoria do Estado, todos pela PUC-Rio. Atualmente, suas investigações estão relacionadas ao trabalho no grupo de pesquisa Desigualdades, Desrespeito e Discriminação: a atuação do direito brasileiro nas relações sociais de dominação e opressão. Injustiça ambiental e racismo ambiental: a marca da estratificação sócio-racial nas zonas de sacrifício do Estado do Rio de Janeiro; Colorindo memórias e redefinindo olhares: Ditadura Militar e Racismo no Rio de Janeiro; Análise crítica dos casos de intolerância religiosa contra adeptos de religiões de matrizes africanas no Estado do Rio de Janeiro no período de 2010-2014.
Regiane Augusto de Mattos
É professora de História da África do Departamento de História da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio). Possui graduação em História - Licenciatura pela Universidade de São Paulo (2002), graduação em História - Bacharelado pela Universidade de São Paulo (2002), mestrado em História Social pela Universidade de São Paulo (2006) e doutorado em História Social pela mesma universidade (2012). Tem experiência na área de História, com ênfase em História da África e dos africanos no Brasil, atuando principalmente nos seguintes temas: História de Moçambique, movimentos de resistência e colonialismos, relações culturais e políticas entre as sociedades da África Oriental, Islã no norte de Moçambique no século XIX, formação de identidades e organização social e cultural dos africanos em São Paulo no século XIX. É autora de vários artigos publicados em revistas acadêmicas e do livro História e Cultura Afro-brasileira pela Editora Contexto (2007).
Marco Antonio Pamplona
Professor do Departamento de História da PUC-Rio. Possui graduação em História pela PUC-Rio, mestrado em Sociologia pela UNICAMP, mestrado e doutorado em História pela Columbia University e pós-doutorado pela Yale University. Tem experiência na área de História das Américas, com ênfase em EUA e América Latina no século XIX. Coordena o Grupo de Pesquisa Nações e Nacionalismos nas Américas. Tem desenvolvido investigações sobre o liberalismo e o republicanismo do novecentos, as revoltas e insurreições urbanas, os racismos e a cidadania nas sociedades com passado escravista, os nacionalismos e a formação dos estados-nação nas Américas.
Iamara Viana
Professora do Departamento de História da PUC-Rio. Possui Graduação em História pela UFRJ, Pós Graduação Lato Sensu em História do Brasil pela UERJ/FFP, Mestrado em História Social do Território, pela UERJ e Doutorado (em andamento) também pela UERJ. Suas pesquisas estão relacionadas com os seguintes temas: História da Escravidão moderna no Brasil, Morte de Escravizados e suas principais doenças, História do Corpo, Ensino de História, História das Ciências, História da Cultura Afro-brasileira na Educação Básica, Memória e Patrimônio, A Lei 10.639 e sua aplicabilidade como forma de transformação e de formação de sujeitos históricos críticos.
Ivana Stolze Lima
É pesquisadora da Fundação Casa de Rui Barbosa e professora do Departamento de História da PUC-Rio. Possui graduação em História pela UFRJ, mestrado em História Social da Cultura pela PUC-Rio e doutorado em História pela UFF. Atuando principalmente nos seguintes temas: representações sobre a língua nacional, mestiçagem, escravidão, africanos, Brasil império, identidade, imprensa e historiografia brasileira.
Leonardo Pereira
Professor do Departamento de História da PUC-Rio. Possui graduação em Ciências Sociais pela UNICAMP, mestrado e doutorado em História Social pela mesma instituição. Seus interesses de investigação se voltam para os processos de comunicação e embate cultural entre diferentes grupos sociais - com enfase no associativismo recreativo dos trabalhadores, na produção de literatos e homens de jornal e na constituição social dos símbolos da nacionalidade. Atualmente se dedica ao projeto intitulado "Os filhos do ventre livre: trajetórias negras, letramento e cidadania no Rio de Janeiro do pós-abolição".
Juçara Mello
Professora do Departamento de História da PUC-Rio. Possui graduação em Historia pela UERJ/FFP, mestrado em História Social pela mesma instituição e doutorado em História Social da Cultura pela PUC-Rio. Coordenadora local do Mestrado Profissional em Ensino de História (PROFHISTÓRIA), no Departamento de História da PUC-Rio. Atua principalmente nos seguintes temas: ensino de história, história local, história do trabalho, memória e patrimônio, cultura, identidade, cotidiano.
Maurício Parada
Professor do Departamento de História da PUC-Rio. Possui graduação em História pela UFF, mestrado em História Social da Cultura pela PUC-Rio e doutorado em História Social pela UFRJ. Atua principalmente nos seguintes temas: política, cultura, intelectuais e identidade nacional.
Eneida Leal Cunha
Professora do Departamento de Letras da PUC-Rio. Mestre em Teoria da Literatura pela Universidade Federal da Bahia e Doutora em Letras pela PUC-Rio. Coordenadora adjunta do Programa de Pós-Graduação em Literatura, cultura e contemporaneidade. Integra o quadro docente do Programa Multidisciplinar de Pós-Graduação em Relações Étnico-Raciais do CEFET-RJ. Tem atuação nas áreas de Letras e de Cultura e produção intelectual predominantemente em dois eixos: sobre as questões identitárias que emergem na história e na contemporaneidade cultural e literária brasileira e de outros espaços lusófonos, especialmente nas interseções Brasil/África e Brasil/Portugal, e sobre os debates epistemológicos e os trânsitos disciplinares e intersemióticos atuais. Atualmente desenvolve o projeto ÁFRICAS, OUTROS MODOS DE USAR.
Andreia Clapp Salvador
Professora do Departamento de Serviço Social da PUC-Rio. Possui graduação, mestrado e doutorado em Serviço Social pela PUC-Rio. Atua principalmente nos seguintes temas: ensino superior, política afirmativa, direitos coletivos e desigualdades sociais. Atualmente desenvolve o projeto de pesquisa intitulado: Ação Afirmativa no Ensino Superior - um Estudo sobre o Programa Universidade para Todos (PROUNI) da PUC-Rio.
Nilza Rogéria Nunes
Professora do Departamento de Serviço Social da PUC-Rio. Graduada em Serviço Social, Mestre em Psicossociologia de Comunidades e Ecologia Social/Instituto de Psicologia pela UFRJ, Doutora em Serviço Social pela PUC-Rio com estágio doutoral pela CAPES na University of Dundee, Scotland - UK. Coordenadora técnica do Centro de Promoção da Saúde - CEDAPS - atuando em favelas e periferias com foco na promoção da saúde urbana, garantia de direitos e equidade no período de 2002 a 2014. Consultora para análise de contexto social; projetos sociais participativos; monitoramento e avaliação. Tem experiência na área de Serviço Social, Saúde Coletiva com ênfase em Promoção da Saúde, Direitos Humanos e Desenvolvimento Territorial, atuando principalmente nos seguintes campos: desenvolvimento comunitário, comunidades saudáveis, metodologias participativas, criança e adolescentes, lideranças femininas.
Valéria Pereira Bastos
Professora do Departamento de Serviço Social da PUC-Rio. Possui graduação em Serviço Social pela UGF, mestrado e doutorado em Serviço Social pela PUC-Rio. Atua na área socioambiental voltada para o processo de organização dos catadores e catadoras de materiais recicláveis. Atualmente, participa de pesquisa apoiada pela FAPERJ "Grupos Emergentes", tendo como campos de pesquisa o Morro do Prazeres e a Rocinha.
Maria Helena Rodrigues Navas Zamora
Professora do Departamento de Psicologia da PUC-Rio. Possui graduação em Psicologia pela UFF, mestrado e doutorado em Psicologia Clínica pela PUC-Rio. Vice-coordenadora do Laboratório Interdisciplinar de Pesquisa e Intervenção Social (LIPIS), da PUC-Rio desde 2006. Membro da CEDECA-RJ (Centro de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente) desde 2012. Atua principalmente com temas de Psicologia Jurídica (direitos humanos da criança e do adolescente, adolescentes em conflito com a lei), práticas na educação, desigualdade social, racismo e Psicologia Social Comunitária (autogestão, movimentos sociais, políticas públicas).
Luis Felipe Guanaes
Professor do Departamento de Geografia e Diretor do NIMA (Nucleo Interdisciplinar de Meio Ambiente), ambos da PUC-RIO. Possui graduação em Geografia e Meio Ambiente pela PUC-Rio e doutorado em Recursos Naturais pela Universidade Albert Ludwigs de Freiburg, Alemanha. Tem experiência na área de Geociências, com ênfase em Sensoriamento Remoto e Sistemas de Informações Geográficas, atuando principalmente nos seguintes temas: transformação da paisagem, inserção de conhecimento geográfico no processo automático de classificação de imagens orbitais.
Alexandre dos Santos Silva
Professor de História da África do curso de graduação de Relações Internacionais no Instituto de Relações Internacionais (IRI) da Pontifícia Universidade Católica do Rio (PUC-Rio). Possui graduação em Jornalismo pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) e mestrado em Relações Internacionais pela PUC-Rio. Suas pesquisas e estudos dedicam-se atualmente a um grande leque de temas que englobam desde a África pré-colonial até análises de conjuntura de países da África subsaariana contemporânea.
Marta Fernández
Professora o Instituto de Relações Internacionais (IRI) da Pontifícia Universidade Católica do Rio (PUC-Rio). Possui mestrado e doutorado em Relações Internacionais pela PUC-Rio. Coordenadora do Programa de Pós-Graduação em Relações Internacionais do IRI/PUC-Rio. Tutora do Programa de Educação Tutorial (PET) do IRI/PUC-Rio. Filiada à Associação Brasileira de Relações Internacionais (ABRI) e à International Studies Association (ISA). Suas principais áreas de interesse se concentram em: Estudos Pós-Coloniais, Operações de Paz (especificamente o caso da Somália), Racismo e Cooperação Sul-Sul. Atualmente pesquisa, por meio do Edital Jovem Cientista da FAPERJ, a participação dos países do "Sul Global", sobretudo, do Brasil nos processos de reconstrução de Estados.
Andréa Browning Gill
Professora do Instituto de Relações Internacionais (IRI) da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio). Possui graduação em Pensamento Social e Político pela Western University, com bolsa sanduíche na University of KwaZulu-Natal, mestrado e doutorado em Ciência Política e Pensamento Cultural, Social e Político pela University of Victoria (Canadá). Atua, principalmente, nas seguintes áreas: estudos pós-coloniais, relações de raça, classe e gênero, política urbana, relações internacionais e globalização, pensamento e interpretações do Brasil. Atualmente desenvolve o projeto Desigualdades, Desrespeito e Discriminação: a atuação do direito brasileiro nas relações sociais de dominação e opressão, juntamente com a prof. Thula Pires do Departamento de Direito da PUC-Rio.
Denise Pini Rosalem da Fonseca
Ex-professora da PUC-Rio e atualmente sócia administradora da Parole Consultoria Empresarial e Representação Comercial Ltda. e Diretora de Historia y Vida Consultoria Cultural Ltda. Possui graduação em Arquitetura e Urbanismo pela UFRJ, mestrado em Latin American Studies - University of Houston System e doutorado em História Econômica pela USP. Tem experiência na área de História, atuando principalmente nos seguintes temas: resistência social, estudos culturais, desenvolvimento sustentável, memória e identidade e movimentos sociais.
Murilo Sebe Bon Meihy
Professor de História Contemporânea da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Possui graduação em História pela PUC-Rio, mestrado em História Social da Cultura pela PUC-Rio, mestrado em Estudos Árabes e Islâmicos pela Universidad Autónoma de Madrid, e doutorado em Estudos Árabes pela Universidade de São Paulo. Atua principalmente nos seguintes temas: Oriente Médio, África, Orientalismo, Pós-colonialismo, vocabulário político árabe, e árabes no Brasil.
Daniel Pinha Silva
Professor de História do Brasil da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ). Possui Graduação em História pela UERJ, Mestrado e Doutorado em História Social da Cultura pela PUC-Rio. Integra o Corpo Docente da UERJ para o Mestrado Profissional em Ensino de História – (PROF HISTORIA). Coordenou de 2011 a 2015 o Projeto "Manguinhos Território em Transe", que realizou uma pesquisa sobre a história local, resultando em uma exposição itinerante sobre a história social da favela de Manguinhos. A exposição circula por escolas, eventos e equipamentos públicos da comunidade de Manguinhos e outras. Nos anos de 2013 e 2014 coordenou o LETC - Laboratório de Educação Territorializada e Cidadã de Manguinhos.
Renata Moraes
Professora de História do Brasil da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ). Possui graduação em História pela UFF, mestrado em História Social pela mesma instituição e Doutorado em História Social da Cultura pela PUC-Rio. Tem pesquisas e produção nos seguintes temas: festas, escravidão no século XIX, Brasil Império, República, história do trabalho, ensino de História e educação das relações étnico-raciais.
Gabriel Banaggia de Souza
Pós-doutorando em Antropologia Social no Museu Nacional (UFRJ). Possui graduação em Comunicação Social pela PUC-Rio, mestrado e doutorado em Antropologia Social pelo Museu Nacional (UFRJ). Pesquisa religiões de matriz africana, políticas de ação afirmativa com recorte étnico-racial e antropologia das populações negras no Brasil. Realizou trabalho de campo sobre o jarê, um candomblé de caboclos existente somente na Chapada Diamantina, no interior da Bahia. Atualmente faz pesquisa sobre umbanda em Niterói e coordena a elaboração de um banco de geo-referências bibliográficas de etnografias sobre religiões afro-brasileiras.
Elielma Ayres Machado
Professora do Departamento de Ciências Sociais e Educação da Faculdade de Educação da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ). Coordenadora do Módulo Pedagógico das Licenciaturas e da área de Ciências Sociais do mesmo Departamento. Possui graduação em Ciências Sociais pela UERJ, mestrado em Antropologia Social pela UNICAMP e doutorado em Antropologia Cultural pela UFRJ. Tem experiência na área de Antropologia, com ênfase em Antropologia das Populações Afro-brasileiras, atuando principalmente nos seguintes temas: ação afirmativa na educação, relações e questões inter-raciais, antropologia e educação.
Janaina Pereira de Oliveira
Possui graduação em História pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (1998), mestrado (2001) e doutorado (2006) em História Social da Cultura pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro. Desde 2008, realiza pesquisas centradas na reflexão sobre Cinema Negro, no Brasil e na diáspora, e sobre as cinematografias africanas, sempre buscando conexões que possam incidir também na área da educação das relações étnico-raciais. Tem experiência na área de História, atuando principalmente nos seguintes temas: teoria da história, história dos negros e negras no Brasil, historiografia e história da África, cinematografia afro-brasileira, cinematografia africana, educação das relações étnico-raciais e aplicabilidade da lei 10.639/03. Atualmente coordena o Núcleo de Estudos Afro-brasileiros (NEAB) do IFRJ Campus São Gonçalo e o Fórum Itinerante de Cinema Negro.
Washington Santos Nascimento
Professor de História da África do Departamento de História da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ). Possui graduação em História pela Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB), especialização em Memória, História e Historiografia pela mesma Universidade, mestrado em Antropologia pela PUC-SP e doutorado em História Social pela USP. Professor colaborador do Programa de Pós-Graduação em Relações Étnicas e Contemporaneidade da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB). Coordena a linha de pesquisa Áfricas junto ao Laboratório de Estudos das Diferenças e Desigualdades (Leddes - UERJ). Tem pesquisas e publicações sobre escravidão, populações negras e racismo. Atualmente tem pesquisado sobre Angola no período colonial (1926-1961), recortando três subtemas: pensamento social africano; Escritores: identidades, trânsitos, política; e Luanda no período colonial (1920-1975): trânsitos, segregação, resistências.
Ynaê Lopes dos Santos
Professora Adjunta do Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil, da Fundação Getúlio Vargas (CPDOC/FGV). Coordenadora institucional do PIBID-História FGV. Bacharel, Mestre e Doutora em História Social pela Universidade de São Paulo. Atualmente desenvolve os seguintes projetos de pesquisa: O RIO DE VALENTIM. Transformações urbanas e mobilidade social no Rio de Janeiro através da vida e obra de Mestre Valentim (c. 1745-1813); África e Brasil: Histórias e entrelaces; e À beira do Rio. A escravidão urbana no Rio de Janeiro como ferramenta para o estudo de História, Memória e Ensino de História.
Fernando Pinheiro da Silva
Possui graduação em História pela PUC-Rio e mestrado em Planejamento Urbano e Regional pelo IPPUR / UFRJ com estudo sobre sociabilidade juvenil, violência, galeras e "proibidões" da música funk no Rio de Janeiro.
Lady Christina de Almeida
Possui graduação e mestrado em Ciências Sociais pela PUC-Rio. Tem experiência na área de Ciências Sociais, atuando principalmente no tema das ações afirmativas.
Adailton Moreira Costa
Coordenador Geral do Centro de Referência de Liberdade Religiosa e Direitos Humanos da Superintendência de Direitos Individuais, Coletivos e Difusos da Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos. Possui graduação em Ciências Social pela PUC-Rio. Tem experiência na área de Antropologia, com ênfase em Antropologia Cultural, enfocando questões pertinentes à discussão sobre gênero, raça, religiões, cultura e religiosidade afro-brasileira.
 
 

 

menu

PUC-Rio

Publicações

Nirema no Facebook

No title

 

Principal

Topo

Nirema


 

Núcleo Interdisciplinar de Reflexão e Memória Afrodescendente - NIREMA

TEMDESIGN